Parque Nacional da Serra da Capivara, sudeste do Piau√≠, lança sistema tecnol√≥gico de passeio virtual acess√≠vel em todo o planeta

O sistema foi desenvolvido pelo Serviço Geol√≥gico do Brasil que traz um estudo sobre os atrativos geotur√≠sticos com narrativa sobre rochas de valor geol√≥gico que vão al√©m da beleza c√™nica

Por Djalma Batista - jornalista e fotógrafo em 20/02/2024 às 20:16:00
Foto: Edu Coelho. Imagem foi destaque em capa do jornal The New York Times, nos Estados Unidos

Foto: Edu Coelho. Imagem foi destaque em capa do jornal The New York Times, nos Estados Unidos

O Parque Nacional da Serra da Capivara, no Sudeste do Piau√≠, ganhou, nesta quarta-feira, 31, o sistema de passeio virtual, por meio do qual as pessoas podem visitar de qualquer lugar do planeta o complexo tur√≠stico e conhecer o acervo geológico, arqueológico e a grande biodiversidade de um dos parques mais importantes do mundo.

No site do Serviço Geológico, é feito todo um apanhado sobre as rochas do local, mostrando as eras geológicas. É um trabalho muito importante pelo fato de dar visibilidade aos atrativos tur√≠sticos existentes na √°rea da Geologia. Muitos que visitam o Parque Nacional da Serra da Capivara podem esquecer que a riqueza do local est√° também dos imensos acervos de rochas que estão além da beleza c√™nica. São atrativos dos per√≠odos carbon√≠feros, permiano, tri√°ssico, devoniano e siluriano.

"Este conjunto de locais permitem a contemplação de rochas formadas durante o primeiro per√≠odo de sedimentação da bacia sedimentar do Parna√≠ba durante o per√≠odo Siluriano (443-416 milhões de anos). Um per√≠odo que no seu in√≠cio a região era tão fria que até haviam geleiras próximo à região e que depois foi esquentando e ocorrendo o degelo e o aumento do n√≠vel do mar com a invasão do mar siluro-devoniano", diz o site do Serviço Geológico.


O sistema do passeio virtual na Serra da Capivara foi desenvolvido em parceria com o Serviço Geológico do Brasil (SGB) que atua também na √°rea do geoturismo. A ação tem por objetivo levar o conhecimento geocient√≠fico para a sociedade, de forma a enriquecer a experi√™ncia do visitante, fomentando assim um turismo mais educativo e consciente.

"Esta é uma iniciativa do Departamento de Gestão Territorial que visa levar informações geocient√≠ficas de Parques Nacionais de √°reas afins para os gestores e também aos visitantes dessas √°reas. Dotada de uma linguagem cidadã, espera-se que estes produtos possam enriquecer a experi√™ncias dos visitantes e fortalecer a iniciativas do Parna", disse Diogo Rodrigues, Chefe do Departamento de Gestão Territorial – DEGET.

A chefe do Parque Nacional da Serra da Capivara, Marian Rodrigues, falou sobre a import√Ęncia desse recurso digital disponibilizado. "O passeio virtual no Parque Nacional da Serra da Capivara é de suma import√Ęncia pois oferece acesso global à nossa rica herança cultural, possibilitando a apreciação e compreensão da região, promovendo a preservação digital e ampliando a visibilidade nacional e internacional", acrescentou.

Fotografia da Toca do Alexandre, na Serra da Capivara, apontado pelo Serviço Geológico do Brasil como importante atrativo geotur√≠stico.

O Serviço Geológico do Brasil fez uma apresentação sobre o Parque Nacional Serra da Capivara. Destacou que o mesmo foi criado em 1979 para preservar vest√≠gios arqueológicos da presença ancestral do homem na América do Sul e é um importante local para pr√°tica do Geoturismo. Demarcado em 1990 e gerido pelo ICMBio, foi inclu√≠do na Lista do Patrimônio Mundial da Unesco em 1991. Com cerca de 130 mil hectares, est√° localizado no sudeste do Piau√≠, abrangendo munic√≠pios como São Raimundo Nonato e João Costa. A dist√Ęncia até Teresina, a capital, é de 530 quilômetros.

"Trata-se de um tesouro geológico e arqueológico de import√Ęncia internacional, que desvenda uma parte significativa da história da ocupação do Homem nas Américas. Esta região, conhecida como Prov√≠ncia Parna√≠ba, ao longo de eras geológicas testemunhou transformações extraordin√°rias, desde os tempos em que era uma terra fria até a invasão do mar siluro-devoniano, que cobriu vastas extensões durante um per√≠odo de 440 a 360 milhões de anos", informa texto do Serviço Geológico.

Segundo o serviço, a região passou por um processo de elevação durante o Tri√°ssico, evidenciado pelas majestosas serras e exposição de rochas sedimentares, como arenitos e conglomerados. Estes eventos estão intrinsecamente ligados aos movimentos tectônicos associados à abertura do Oceano Atl√Ęntico Sul, culminando no modelado das paisagens geológicas que admiramos hoje.

O acesso pode ser feito pelo link (https://geoportal.sgb.gov.br/portal/apps/experiencebuilder/experience/? id=9cc08fa17d5847efb10c36f255672f61&views=nascente-sf-2) que est√° dispon√≠vel na bio do Instagram do Parque. Por meio dele é poss√≠vel desbravar em detalhes a pré-história, a história, a biodiversidade e as pinturas rupestres gravadas nos diversos paredões da unidade.

Acesse a Serra da Capivara pelo Serviço Geológico do Brasil

https://geoportal.sgb.gov.br/portal/apps/experiencebuilder/experience/?id=9cc08fa17d5847efb10c36f255672f61&page=Parque-Nacional-da-Serra-da-Capivara&views=Exibir-46%2Cpedra-furada

Mapa geomorfológico da Serra da Capivara. Fonte: CPRM (2006)

Mapa geológico da Serra da Capivara. Fonte: modificado de CPRM (2006)

Comunicar erro
BANNER QUEIMADAS

Coment√°rios