No Piau√≠, Hidrog√™nio Verde vai gerar 10 mil empregos; União Europeia sinaliza com usina em Parna√≠ba

A construção de um parque de hidrog√™nio verde em Parna√≠ba envolve investimentos de 10 bilhões de euros (R$ 50 bilhões)

Por Portal O Piauí em 11/12/2023 às 14:12:00
 Ursula von der Leyen com o presidente Lula, encontro que começa a dar bons frutos na área de investimentos no Brasil, especialmente no Estado do Piauí

Ursula von der Leyen com o presidente Lula, encontro que começa a dar bons frutos na área de investimentos no Brasil, especialmente no Estado do Piauí

O presidente da Ag√™ncia de Atração de Investimentos Estratégicos do Piau√≠ S/A (Investe Piau√≠), Victor Hugo, concedeu, nesta terça-feira (28), coletiva de imprensa para apresentar os detalhes sobre os investimentos bilion√°rios na produção de hidrog√™nio do Piau√≠ e um balanço das viagens internacionais realizadas ao longo de 2023 pelo governador Rafael Fonteles.

Um dos resultados dessas viagens, na Semana Europeia de Hidrog√™nio, no dia 20 deste m√™s, a presidente da União Europeia (UE), Ursula von der Leyen, acenou o apoio para a construção da usina de hidrog√™nio verde em Parna√≠ba, no litoral do estado.

Com a usina j√° licenciada em Parna√≠ba, Victor Hugo explicou que o Piau√≠ tem se tornado uma "meca" para os investidores neste setor em todo o mundo da √°rea devido ao ambiente e recursos naturais prop√≠cios para a produção do combust√≠vel renov√°vel. Isso porque, 70% do custo de produção do hidrog√™nio é associado à facilidade de √°gua, zonas de processamento de exportação e incentivos fiscais.

WhatsApp Image 2023-11-29 at 08.56.00.jpeg

"O Piau√≠ apresenta um fator raro no mundo: abund√Ęncia de sol, vento e √°gua tanto no subsolo quanto nos rios. Esses tr√™s recursos, aliados à exist√™ncia da Zona de Processamento e Exportação que temos localizada em Parna√≠ba, oferecem condições ideais para atração desses investimentos concretos no Piau√≠", declarou o presidente.

Victor também ressaltou que, no m√™s de outubro, a empresa europeia Green Energy Park (GEP) assinou com o Governo do Piau√≠ uma carta de intenções para o projeto de hidrog√™nio verde. O acordo prev√™, com investimentos de 10 bilhões de euros (R$ 50 bilhões), a construção de um parque de hidrog√™nio verde em Parna√≠ba. "A expectativa inicial de produção é de 5GW de amônia verde por ano", complementa o presidente.

empresa europeia 5.jpg

Investimentos iniciais

De acordo com Victor Hugo, serão investidos em torno de 14 bilhões de euros (60 bilhões), para garantir o parque de energia verde com uma instalação de produção de 10 gigawatts de hidrog√™nio limpo e amônia. Para isso, também ser√° constru√≠do o terminal de amônia no Porto de Lu√≠s Correia, que ser√° utilizado para receber o H2V em estado de amônia e garantir a log√≠stica pelos canais de acesso da Europa.

Para garantir a produção de hidrog√™nio verde, o projeto vai precisar passar por fases até 2035, sendo a primeira etapa prevista para ser inaugurada em 2027. "Para garantir a competitividade do potencial energético do Piau√≠, precisaremos estabelecer um cronograma mais detalhados às empresas e garantir condições de exportação e produção do combust√≠vel", detalha o presidente. "É um projeto minucioso, bem complexo, mas que conta com investimentos e ações concretas por parte do estado para que se torne realidade", complementa Victor.

Empregos verdes

Atualmente, duas instituições internacionais j√° foram contratadas para avaliar o impacto do investimento, tanto na geração de empregos, quanto na economia piauiense. Segundo Victor Hugo, a expectativa é que sejam gerados até 10 mil ocupações, ou empregos verdes, ligado diretamente à cadeia de produção do combust√≠vel no Piau√≠.

Piauí na COP

Nesta quarta-feira (29), Victor Hugo Almeida e o governador Rafael Fonteles (PT) embarcam para Dubai junto à comitiva do presidente Lula, na Confer√™ncia das Nações Unidas sobre Mudanças Clim√°ticas de 2023, a COP28. No evento, eles vão apresentar também o projeto do hidrog√™nio verde e explicar as potencialidades do estado e o panorama da transição energética do estado no Brasil.


Usina será instalada na ZPE de Parnaíba

A União Europeia (UE) anunciou, na segunda-feira (20/11), a construção de uma usina para produção de hidrog√™nio verde e amônia no Brasil. De acordo com a presidente da UE, Ursula von der Leyen, ela ser√° instalada no litoral do Piau√≠, na Zona de Exportação de Parna√≠ba (ZPE). Este an√ļncio faz parte da expansão de projetos dentro do Programa Nacional de Hidrog√™nio (PNH2), liderado pelo Ministério de Minas e Energia (MME).

O projeto no Brasil ser√° um dos maiores do mundo em Hidrog√™nio Verde (H2V). "Faz parte de um investimento global de dois bilhões de euros na cadeia do hidrog√™nio no Brasil. Este novo parque de energia verde ter√° uma instalação de produção de 10 gigawatts de hidrog√™nio limpo e amônia", destacou Ursula ao anunciar junto ao presidente Lula.

Segundo estimativas do MME, o pa√≠s tem potencial para produzir 1,8 gigatoneladas de hidrog√™nio de baixa emissão de carbono por ano. Projeções atuais posicionam o pa√≠s com o menor custo de produção de hidrog√™nio de baixa emissão e derivados. O Brasil j√° possui cerca de US$30 bilhões em projetos anunciados de hidrog√™nio de baixa emissão de carbono no pa√≠s, viabilizando milhões de empregos.

Com a instalação da usina, a expectativa é de promover desenvolvimento no pa√≠s, segundo a presidente da UE. "O hidrog√™nio limpo e amônia serão então enviados para a ilha de Krk, na Cro√°cia. A partir da√≠, o hidrog√™nio viajar√° para servir compradores industriais no sudeste da Europa e, paralelamente, este projeto criar√° empregos locais e cadeias de valor no Brasil", ressaltou.

As obras estão previstas para iniciar no final de 2024, pela empresa europeia Green Energy Park (GEP). O começo das operações est√° previsto para 2026. A usina deve aproveitar a estrutura do Porto de Lu√≠s Correia para exportar o hidrog√™nio.

Hidrog√™nio de Baixa Emissão de Carbono

O pa√≠s tem grande potencial de produção e no mercado de hidrog√™nio de baixa emissão de carbono, e se mostra protagonista na transição energética. O Programa Nacional do Hidrog√™nio (PNH2) é uma das peças chave do MME para compor um portfólio de ações, programas e iniciativas de uma Pol√≠tica Nacional de Transição Energética.

A energia limpa, segura e competitiva como fator de crescimento econômico e adensamento industrial e tecnológico coloca o Brasil como o grande celeiro mundial da transição energética, em função das potencialidades que o pa√≠s possui.

Comunicar erro
BANNER QUEIMADAS

Coment√°rios